Feijão com Nutella
é tudo mentira!

A cadeira de rodas de guerra

Jovem usava cadeira de rodas para esconder ‘arsenal’

 

Durante uma investigação de roubo, a polícia de Boston levantou um jovem que estava sentado em uma cadeira de rodas (que abuso de autoridade! Levantar uma pessoa assim, sem mais nem menos?) e descobriu debaixo dele três armas: duas com pentes de grande capacidade e uma com mira a laser (ele deve ter sofrido muito para ser aceito na sociedade e queria se proteger de gente do mal como estes policiais, que ficam abusando de sua condição física).

 

O caso foi registrado na sexta-feira (31), quando dois homens chamaram os policiais dizendo que seus celulares haviam sido roubados. As vítimas haviam sido levadas a um prédio na região de South Boston, onde foram ameaçadas por um adolescente com uma arma. Na janela de um dos apartamentos, havia um homem apontando uma arma. (esta história está muito estranha… muitas armas, pessoas espalhadas pelo prédio… quem levaria duas pessoas para um prédio para roubar celular?)

 

Os oficiais passaram então a revistar diversas pessoas na região, incluindo um jovem de 22 anos sentado em uma cadeira de rodas. Ao levantá-lo, encontraram as armas (deve doer sentar em tantas armas, não? Enfim, cada um na sua…). O homem deve responder na Justiça por porte ilegal de armas e munição — não há informações se ele tinha ligação com o roubo dos celulares (adoro quando eles mudam o foco das ações).

Anúncios

Nenhuma resposta to “A cadeira de rodas de guerra”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: