Feijão com Nutella
é tudo mentira!

Todo castanho tem um limite

Garota de 13 anos tinge cabelo de marrom-escuro e é suspensa de escola

 

Os discos rígidos critérios de disciplina de uma escola de Winchester (hum… chester é gostoso… pena que só existe no Natal), na Inglaterra, causaram a suspensão de uma garota de 13 anos e a revolta dos pais dela. Kirby Moore, de 13 anos, decidiu tingir o cabelo, influenciada pela irmã mais velha. Chelsea, de 15 anos, havia adotado um “look” marrom-claro e recebido elogios dos professores. Kirby optou pelo marrom-escuro – e foi suspensa (é… marrom-claro até vai, mas marrom-escuro? Onde esta menina estava com a cabeça???)

 

A diretoria do King’s School considerou que a mudança de visual foi radical demais para o regulamento da escola (será que este regulamento está escrito, ou está só na cabeça vermelha da diretora?), de acordo com reportagem do “Mail Online”.  

  

015906945-fmm00 

 

A escola comunicou aos pais das garotas que Kirby deveria permanecer afastada dos outros alunos até que seu cabelo recuperasse a cor original (hahahahahaha! Se ela era loira e ficou assim, só raspando… ou esperando um bom grande tempo). Revoltados, Stuart Little e Dawn Gander decidiram manter as duas filhas em casa, até que os cabelos voltem ao normal (sério? Mas como assim? Até a marrom-claro levou nesta? E elas vão perder o ano? E o ano seguinte? E o outro também? Detalhe: adorei o modelito “Haryy Potter” das duas)

 

“Concordamos que os alunos devem obedecer às regras da escola. Mas não podemos aceitar que as regras sejam aplicadas de maneiras diferentes para cada garota”, disse o pai Stuart, de 35 anos, ao “Mail Online”. (mas ele nem cogitou a idéia de mudá-las de colégio antes de ser tão radical?)  

 

As meninas fazem as lições e trabalhos em casa, auxiliadas pela mãe, que disse não concordar em gastar dinheiro com salões de beleza para recuperar a cor clara do cabelo “original” das filhas (que gente mais bizarra… e muquirana! Pintar o cabelo não está tão caro assim. Dica: muda as meninas de escola!).

Anúncios

2 Respostas to “Todo castanho tem um limite”

  1. ainda existe isso? hahaha
    Até no cabelo da menina a escola quer mandar, isso que deveria ser proibido esta interferência. Até que ponto vai? Essa discussão existe de fato nas escolas acredito que em muitos países, o fato que o alicerce educacional de formação de caráter está em casa, a escola cabe a educação na questão de conhecimentos. Sendo assim o cabelo da menina é dela, a escola nãO DEVE SE METER! E a cor dele não influenciará na formação isso já é preconceito e no caso como foi expulsa discriminação de cor de cabelo hahahaha!

  2. Haryy Potter?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: