Feijão com Nutella
é tudo mentira!

A maternidade casamenteira

Governador do Arkansas ‘proíbe’ casamento entre bebês

 

O governador do Arkansas, Mike Beebe (pelo menos ele assume que bebe), alterou no início do mês uma lei que permitia o casamento de qualquer pessoa, mesmo bebês (hein? Bebês entre si ou adultos e bebês? Para que serve o casamento de um bebê?), mediante autorização dos pais (se depender da sensatez das pessoas, bebês casados podem virar febre). A lei havia sido criada com o objetivo de estabelecer a idade mínima de 18 anos para os casamentos (mais, calma… como assim uma lei que permite o casamento de bebês foi feita para coibir o casamento entre menores de idade?) — se pessoas mais jovens quisessem se unir legalmente, teriam de receber a permissão dos responsáveis.


“Para uma pessoa que tem menos de 18 anos e não está grávida obter uma licença de casamento, ela precisa fornecer as evidências de que seus pais concordam com o casamento”
(se ela tiver grávida pode casar sem consentimento dos pais? Ih… vai dar caca…), dizia a lei. Alguns legisladores pediram uma sessão especial no ano passado, dizendo que o erro poderia facilitar a ação de pedófilos.


Para Mike Beebe, as chances de crianças se casarem dentro da lei eram muito pequenas
(hahahahahaha! Adorei! Realmente deve ser BEEEEM difícil dizer “sim” quando ainda se tem 3 meses de idade). Agora que foi alterada, a idade mínima para casamento de garotos foi determinada em 17 anos, enquanto a das garotas ficou em 16 anos (por que o machismo?).

Anúncios

Nenhuma resposta to “A maternidade casamenteira”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: