Feijão com Nutella
é tudo mentira!

Sexo é importante

Noiva anula casamento depois de lua-de-mel sem sexo

 

A lua-de-mel de Antoinette Walters Janda nas montanhas do Alabama, nos Estados Unidos, não teve nada de doce (lua-de-mel, doce.. ahn? Entenderam? Piadista esse jornalista). O noivo Jiri Janda (hahaha) não quis dormir com ela alegando estar em greve contra o excesso de peso da noiva. (nuossa! Agora ofendeu MESMO..)

 

Antoinette disse que perdeu 30 quilos para ficar mais bonita para o novo marido. Mas o rapaz manteve seu “protesto”. (mó boa vontade e o cara nem ligou? E ele não sabia, antes do casamento, que ela era gorda, digo, forte? Ou será que ela engordou tudo de novo depois do casamento, durante as primeiras horas da lua-de-mel? Essa história também é estranha… parece essa aqui)

 

As reclamações dela, feitas na presença de testemunhas, resultaram em um pedido de anulação do casamento. A decisão significa que o marido, um cidadão tcheco, pode perder seu visto permanente dos Estados Unidos e ser deportado. (ahhh, agora explicou tudo!! Se o casamento não é pelo dinheiro, é pelo Green Card! Bem-feito para ele! Não quis ficar nos EUA? Vai ter de agüentar o fast food e seus efeitos na população)

 

Segundo os registros do tribunal, Jiri Janda mudou-se para os Estados Unidos em 2001 com um ‘green card’ temporário. Eles se casaram em 5 de junho de 2005, após um namorico de poucos meses. (não disse? Tudo premeditado e a menina sendo enganada, coitada)

 

Antoinette, que é norte-americana, entrou com o pedido de anulação em 14 de fevereiro – quando se comemora o dia dos namorados nos Estados Unidos (oh, dó!) – alegando que o marido casou-se com ela sem intenção de ter relacionamento sexual. (é filha, demorou, mas descobriu a verdade. E ela que achou que desta vez iria desencalhar…)

 

Em seu testemunho, Jiri Janda afirmou estar realmente infeliz com o peso da mulher (já percebemos, mas podia ter dito isso antes de casar. Mas aí ele não teria o green card, ops!). E ofereceu outras razões para não consumar o casamento: disse que ela era suja (será que ela tinha a mesma alergia do que o cara da história do link da cima? Pode ser..) e que sua personalidade mudou após uma histerectomia (cirurgia de retirada do útero). (ele é muito apelão)

 

Jiri afirmou ainda que preferia o divórcio ao anulamento – assim ele talvez pudesse continuar nos Estados Unidos (até eu que sou mais boba!). A decisão no Tribunal de Apelações Civis do Alabama foi a favor da mulher: 5 votos a 0. Para o júri, o marido cometeu uma “fraude que altera a essência do casamento” (ou seja, se não há sexo, não há casamento. Lei nº 1 da Constituição Americana).

 

O advogado de Jiri Janda, James Christopher Lambert, disse que seu cliente estava desapontado com a decisão, mas não sabia se iria recorrer da sentença. “Nosso argumento é que não se trata de uma fraude. São apenas duas pessoas em um casamento não-tradicional”, disse Lambert (what? Casamento não tradicional?? Além de não querer nada com ele, ele ainda disse que ela era suja e, pior, GORDA! Ele merece queimar no mármore do inferno!!).

Anúncios

Nenhuma resposta to “Sexo é importante”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: